Depressão

A depressão parece ser realmente o mal do século. Por quê?

Talvez o alto padrão de exigência que nos auto-impomos seja um grande detonador. Talvez o fato de que esse alto padrão nos exija um comportamento cada vez mais enquadrado em padrões estéticos, financeiros e sociais, que valorizam o externo e não levam em conta o eu verdadeiro de cada um de nós.

Talvez ninguém tenha nos ensinado a valorizar e enxergar a nós mesmos, e com isso, não nos conhecemos de verdade.

Seja como for, a depressão é o aviso de que estamos com pensamentos negativos a respeito de nosso poder pessoal. Não nos sentimos bons o suficiente, fortes o suficientes, etc, etc…o suficiente.

E o que significa “o suficiente”? Com parâmetros utópicos, o suficiente significa o impossível!

Medo e frustração são os dois sentimentos básicos, geradores da depressão.

Às vezes parece mesmo que entramos em um período de “buraco negro”, onde tudo parece ser sugado para dentro e onde nada se manifesta positivamente. E nesses momentos, apesar do sentimento se entregar a frustração, podemos escolher pensar que isso pode ser uma espécie de aviso da vida. Não um aviso de que não somos bons e certos o suficiente, mas de que estamos pensando em alguma direção errada, que pode até nos parecer certa aparentemente, mas que na verdade não está compatível com nosso caminho de evolução, com nossa verdade interior.

Por exemplo:

Podemos estar querendo que nossa profissão dê certo, sem que ao menos gostemos de verdade de nosso trabalho! Isso seria uma incoerência energética! E o dinheiro vindo do trabalho então, não aparece!

Ou, podemos estar desejando que um relacionamento tenha sucesso, mas ao não nos conhecermos de verdade, não podemos conhecer e entender o outro e também não conseguimos nos fazer entender.

O que faz nossos caminhos se abrirem naturalmente seja em que terreno for, é nossa energia de prazer e verdade dentro disso.

Procure investigar o fundo de sua alma e veja onde sua energia verdadeira estaria entrando em contradição com suas atitudes.

Use o aparente “buraco negro” da tristeza positivamente para entender as mensagens da vida, que logo, logo, você sairá dessa influência e seus caminhos deslancharão!

Procure se perguntar, se de fato o trabalho que exerce atualmente é uma vontade de seu coração. Pergunte e ouça seu coração, pois às vezes escutamos a voz do racional e esquecemos-nos de ouvir nosso coração. Caso estejamos seguindo apenas a voz da razão e esquecendo o coração, o caminho realmente não se abre totalmente. O que abre nossos caminhos na vida é expressarmos com amor e prazer o que verdadeiramente somos e gostamos de fazer! O dinheiro e o sucesso são conseqüências disso. Ouça seu coração! Ele saberá guiá-lo!

Não existe felicidade sem o autoconhecimento!

Leia também os tópicos a respeito do estresse, do medo e da frustração.

A verdade liberta!

Não fique resistente a procurar ajuda médica! Muitas vezes, temos um distúrbio químico real e pensamos que estamos apenas tristes. Existem hoje, medicamentos sem tantos efeitos colaterais que podem ajudá-lo, nem que seja por algum tempo, até que consiga lidar melhor com seus problemas emocionais através de uma Psicoterapia ou Terapia emocional de apoio.

Fique em paz, no amor e busque sempre o autoconhecimento!

Com carinho,

Vera Calvet

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s